quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Depois dos 30

Trinta e três....

Gosto de escrever um texto no meu aniversário. É uma mistura de retrospectiva com nostalgia!
Enfim, já se foram 30, 31, 32 e agora 33 anos...
Um mundo de experiências vividas jamais sonhadas numa jornada de muitos risos, alegrias, confusões, expectativas, decepções.
Processos de reconstruções constantes, de um cair e levantar intenso e uma certeza que há tanto pra ser vivido e que a vida segue por caminhos não tão convencionais.
Aos 33 anos anos ainda não me casei, não tive um filho, não plantei uma árvore, muito menos escrevi um livro e para completar ainda moro com meus pais por opção.
Sou realizada, amo minha família e aprendi que não preciso do tal príncipe encantado para ser feliz para sempre.
Aliás aprendi, talvez um pouco tarde que a felicidade está no caminho, nos momentos que passam tão rápido e que percebo depois o impacto de alegria que me envolveu.
Tenho aprendido a viver o hoje, sem medo de ser feliz e de pré julgamentos, mas ciente de que meu amanhã depende da minhas escolhas de hoje e que tudo tem uma consequência.
Sinto em cada ano da minha vida o intenso cuidado de Deus na minha vida, seus mimos, sua proteção e me conforta saber que Ele sempre tem o melhor pra mim, por mais que muitas vezes eu me revolto e não entendo que o tempo dEle é perfeito!
A luta eterna contra a balança continua, sempre ela me vence, mas não desisto e brinco que conservar as formas arredondas dá trabalho.
Me aceitar como sou, como foi difícil isso, e como é libertador quando esse processo acontece!
Não sou mãe, mas sou tia, e eles vieram como um presente  e enche meus dias de alegria!
Morar com os pais que para uns é frustrante para mim é prazeroso e comodo, morando em casa tenho a oportunidade de conhecer o mundo: Paris, Londres, Buenos Aires, Bariloche, Chile, Miami, Orlando e vários cantos lindos aqui dentro do nosso país.
Descobri que amo: viajar, culturas, lugares e pessoas diferentes.
Ainda não aprendi a perder! A me distanciar das pessoas que gosto, a perceber que as amizades passam por ciclos e que algumas pessoas simplesmente não se importam e vão.
Saudade é difícil ainda, preciso do toque, do telefonema, da mensagem, preciso cultivar.
Gosto de escrever, me liberta, me acalma.
Estou com a sensação que o tempo está passando rápido demais e ainda há tanto o que fazer, falar, conhecer, descobrir.
Há, já tive um grande amor e talvez ainda tenha outros. Mas hoje aprendi que o mais importante é o amor próprio.
Enfim, trinta e três anos, as vezes doce, as vezes azeda.... mas sempre na certeza de que o melhor ainda está por vir.... e que a vida é muito para se perder tempo esperando, para ficar na platéia, pra deixar sua felicidade nas mãos de outros.
Trinta e três anos e tantas dúvidas e apenas uma certeza: sou a atriz principal da minha própria história! Não vou passar a vida como uma coadjuvante.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Barragem de São José à beira da morte

A barragem de São José do Jacuípe está dando os seus últimos suspiros. Estando entre as maiores do Estado da Bahia, hoje está abaixo dos 9% de sua capacidade. Inaugurada em meados dos anos 80, chegou ao seu auge em 1992 quando sei sangradouro foi utilizado pela única vez. O período de estiagem que atinge o Nordeste a quase dois anos está espalhando um rastro de destruição pela região. As fotos abaixo chocam os que conheceram a barragem em seus bons tempos.
Entre elas, as ruínas de uma casa que foi inundada pela água e que há vinte anos estava submersa, aparecem quase por completo ao lado de uma cisterna. Bancos de areia que estavam submersos por muitos metros de água aparecem próximo à torre que está praticamente exposta, nela pode ser vista a marca do maior nível de água já contido na barragem e se assombrar com a diferença atual. Se uma boa temporada de chuvas não cair sobre a região, a barragem logo irá secar e muita cidades ficarão sem abastecimento de água.
Um pedido de transposição do Rio São Francisco para a Bacia do Jacuípe foi encaminhado à presidente Dilma Roussef, mas por enquanto não nada oficial sobre aprovação do projeto.
Fotos de Almir Fernandes








quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Saudades

Quanto tempo amor, quanto tempo vou ter que esperar ??? Os dias passam rápido demais e a falta de você o tempo vai levar ...

sábado, 20 de julho de 2013

Dia do amigo!

" Dia do amigo é uma data proposta para celebrar a amizade entre as pessoas. No Brasil, Uruguai e Argentina, a data mais difundida pare esta celebração é 20 de julho, aniversário da chegada do homem a lua. Em 27 de abril, a Assembleia Geral das Nações Unidas resolveu convidar todos os países membros a celebrarem o Dia Internacional da Amizade em 30 de julho".

Essa é a principal definição para o dia do amigo, mas o que é de fato ser amigo?

Ser amigo para mim não é apenas estar ali nos momentos bons, compartilhando alegria. Ser amigo é muito mais do que isso. É apoiar, criticar, puxar a orelha na hora certa, é chorar junto de alegria ou tristeza. Ser amigo é compreender, duvidar, crer, abraçar...

Atualmente existe uma variedade de amigos, os de escola, os de balada, os de fé, mas os verdadeiros amigos irmãos não vemos por aí.  O mundo tem sido invadido pela desonestidade, pela falsidade e fica mais difícil acreditar no ser humano. Porém, existem aqueles velhos e bons amigos que não nos abandona jamais
e é para eles que deixo o meu obrigada, por me permitir fazer parte de sua vida e de seu dia-a-dia. São para esses amigos o meu forte abraço hoje, o meu profundo agradecimento e gratidão.

Feliz Dia do Amigo, para todos aqueles que acreditam no poder de uma verdadeira amizade.






domingo, 30 de junho de 2013


Bom dia, vamos que vamos BRASIL ♥

Hoje é dia de vestir a camisa e torcer!



segunda-feira, 17 de junho de 2013

Revolta !

Só para deixar claro: Eu não sou contra a Copa do Mundo ser sediada no Brasil. Tenho maior orgulho disso, e até visto a camisa do Brasil! 

Eu já votei no PT e não me orgulho disso, não me orgulho de ter ajudado o PT a estar no poder! Mas o povo coloca, o povo tira. É evidente que a Dilma nunca vai investir tanto em EDUCAÇÃO quanto investe no futebol. Pq não precisamos ter o 2º grau pra ser jogador de futebol! É o jogador de futebol ignorante que dá o dinheiro ao Brasil.

É lógico que ela nunca vai querer seus cidadãos informados, cultos. É estratégico manter uma sociedade ignorante, dessa forma é mais fácil ganhar uma eleição.

Só acho que a Dilma deveria acabar com tanta bolsa! Ou pelo menos que fosse exigido o 2º Grau para ter o benefício. Daí eu iria adorar ver o circo pegar fogo e essa brincadeira acabar. Tá na hora de parar com isso, até os marginais ganham mais do que um trabalhar honesto que trabalha 40hs por semana. É por isso que o Brasil está desse jeito e não vai mudar, se nós (eleitores), não mudarmos.

A culpa é nossa sim! Não sou a favor da violência, mas sou a favor do protesto e se depender disso para as coisas mudarem eu APOIO!

Só queria que a Dilma fosse expulsa do país!

#SÓACHO!

Acorda Brasil!

Hoje, 17 de Junho de 2013 o BRASIL PARA!

Depois de anos de uma ditadura que parecia nunca acabar, de tanta luta, de guerra, de injustiça, morte, rebeldia, finalmente conseguimos chegar a tão almejada DEMOCRACIA. O que na teoria é a voz de um povo, na prática não o é. O Brasil, mesmo depois de anos de sua independência, ainda cala a voz diante de tanta injustiça que vem acontecendo. Ou melhor, calava. Porque hoje o Brasil simplesmente saiu as ruas e manifestou o seu direito. Em pelo menos 177 cidades brasileiras está acontecendo manifestações nesse momento.
Há várias justificavas para tal "revolução", e uma delas é o aumento da tarifa de ônibus. Claro que o governo tem de colocar a culpa em algo. Não foi 0,20 que fez o Brasil mostrar a cara.
O Brasil tem estrutura para sediar uma copa do mundo? 
Claro que não! 
E é isso que tantos e tantos reivindicam também. Não somos um país de pessoas educadas, cultas. Somos um país de corruptos e o que os governantes querem é colocar um pouquinho no seu bolso. Lutamos por um país mais justo, contra violência de policiais que abusam do poder, lutamos contra realização de uma Copa do Mundo, que deveria ser motivo de orgulho para nós brasileiros. Mas não é. 
O Brasil ainda vive as marcas de uma ditadura. Onde está a diferença? Não há diferença. Não podemos contar o número de feridos, de pessoas que são agredidas todos os dias. Mas uma coisa é certa: não podemos calar diante de tudo. 
O Brasil investe milhões em copa do mundo, em reformas de estádios, mas não investe no combate a fome, numa educação de qualidade, numa saúde menos precária. Estamos sofrendo e vamos sofrer se não GRITARMOS. Eu não apoio a manifestação, mas é dessa forma que o Brasil têm de mudar, só na guerra. 

E de quem é a culpa? É nossa. Está na hora de escolhermos melhor os nosso representantes. Chega de colocar no poder governantes que não estão preocupados conosco. Chega de corruptos, chega de aumento de tarifas, de inflação. 

E que depois dessa o BRASIL realmente acorde!


domingo, 14 de abril de 2013

Eu nunca quis ser jornalista

Eu nunca quis ser jornalista. Mas desde que entrei no curso, nunca quis não ser. Antes, odiava a mídia. Achava manipuladora, mentirosa, falsa e covarde. Mas sabe aquele amor bandido que nasce da implicância? Criticava tanto a mídia, que queria ver porque ela era assim, tão alienada. Eu li uma vez do escritor e intelectual Paulo Freire, que se você quer mudar de verdade alguma coisa, integre-se à ela. Sonho besta esse não? Querer mudar alguma coisa, quanta pretensão! Mas na verdade é isso mesmo, temos que pelo menos fazer nosso serviço direito e melhorar o que esta a nossa volta. A Universidade me enriqueceu nesse sentido, não aprendi a fazer jornalismo lá, isso não. Tu só aprende a fazer jornalismo e entender os processos midiáticos na prática. Não adianta. Mas a Universidade te abre a mente, mesmo que alguns achem que ela não serve para nada.Sim, uma pessoa muda muito suas concepções depois que sai do ensino superior.

Hoje me vejo formada em jornalismo, uma profissão tão complexa de lidar. É um sentimento dúbio de amor e ódio. Hoje eu nem sei o que o futuro me espera, trabalhei em 1 jornal. Por muitas vezes tive vontade de desistir e perguntava: o que eu estou fazendo aqui? Mas daí, o jornalismo cultural me flechou e já era. Eu sempre brinco que validei meu atestado de pobreza três vezes: primeiro que escolhi ser jornalista, segundo que me encaminhei para o jornalismo impresso e terceiro que cambei para o jornalismo cultural. É muita burrice para uma pessoa só. Ou seja, não gente, provavelmente vocês não vão me ver na televisão. Ok?

Mas independente disso, eu tenho um sonho! (I have a dream!). Que é trabalhar em um grande jornal. Vou ter que percorrer um bocado ainda para realiza-lo. Mas sonhar é de graça, então vamos lá. Pronto, agora vocês vão dizer que eu assinei meu atestado de pobreza quatro vezes. Mas é isso mesmo. Amor é assim, quando você é picado por ele, nada há de se fazer. Só peço uma coisa para vocês, meus poucos leitores. desejem-me sorte. Eu vou precisar.

Um dia de domingo

Há alguns anos eu acreditava que os domingos fossem dias para ser feliz, para sair, se divertir, comemorar algo. Mas hoje a realidade é bem diferente. Os domingos não passam de dias monótomos, chatos e cheios de incertezas. Ou será que fui eu que mudei? O tempo passa tão rápido que a gente nem se dá conta e apenas vai deixando as coisas acontecerem.
Sinto saudades de meus velhos domingos, quando ia aos campos, quando andava a cavalo, quando estava ao lado dele (porque ele sabia como me fazer feliz). E nem tudo dura para sempre. É por isso que as pessoas costumam dizem que as boas lembranças ficam em nossa memória, não há fotografia que expresse a verdadeira alegria de um sorriso ou de um olhar.
Sinto falta de passar o domingo com meu velhos amigos, bebendo ou conversando.
A gente cresce e a vida fica chata. Tem remédio para isso? Ah, deveria ter.
Porque tudo que eu queria agora era está lá e não aqui redigindo esse texto!!!




sexta-feira, 12 de abril de 2013

Vontade de não fazer nada, vontade de escrever, vontade de elaborar a 2ª edição do jornal, vontade de escrever..

Ah, vontade que não passa!



Se eu deixei de ver sentido
No que a gente tem vivido... perdoa
Sei que tenho te exigido
Ser melhor do que tem sido... perdoa

Se eu deixei de ver beleza
No que é teu de natureza... perdoa
Essa falta de clareza
É uma forma de defesa... perdoa

Eu não quero guerra, jogo, azar e mágoa
Mas a gente é terra, fogo, ar e água
Quando tem um lado meu que te alimenta
Outro quer te anular

Você diz acreditar nesse romance
Que a felicidade está ao nosso alcance
Se quiser que nada tenha sido à toa... perdoa!

[Pedro Mariano]

quinta-feira, 14 de março de 2013

Respondendo Meme :)

Bom dia amores, passando para responder a primeira Meme que a Tamy pizzoni dona do Blog Uma pequena história de amor e a Gabriela, dona do Blog Mundo das Cartas me enviaram.. muito feliz!

 Nem conhecia ou sabia da existência desses Memes, mas nada que boas amigas nos apresentem!


 

Sobre o Meme 

Os blogueiros que receberem o meme, responderão às perguntas feitas pelo blogueiro que indicou seu blog e listar de 5 a 10 blogs para fazer  o mesmo. Ah! Não pode ser blogs famosos com mais de 800 seguidores, pois o intuito do meme é divulgar blogs “desconhecidos".

Perguntas :



1- Como escolheu o nome do seu blog? O nome do meu blog era Com Texto, mas optei por mudar pelo motivo de postar mais do que texro nele. Faço dele um diário virtual, onde publico, ás vezes, momentos de minha vida. Por isso optei por esse nome.



2-Há quanto tempo  tem seu blog? Não sei ao certo quanto tempo tenho ele, mas sei que já faz mais de 1 anos... ainda é novinhos. Rs



3- Como você divulga o seu blog? Através do facebook.



4- Quais os assuntos que mais tem visualizações no seu blog? Assuntos realcionados as cartas.


5- O que motivou você  a criar seu blog? Adoro escrever, sou jornalista e isso me incentivou a criá-lo.


6- Onde  você mora? São José do Jacuípe - BA



7- Quais os seus  objetivos com o blog? Meu principal objetivo é divulgar aquilo que eu gosto.



8- Quais blogs  você visita frequentemente? O Mundo das Cartas.

9- O que te inspira  para criar os posts? O que realmente me inspira é aquilo que eu vivo, que faz parte do meu dia-a-dia.



10-Qual a sua idade? 32 anos.



11- Além do blog tem alguma outra ocupação? Se sim, quais? Sim. Trabalho, por isso não tenho muito tempo para o blog.



12- O que mais gosta de  fazer nos finais de semana? Escrever cartas e sair com a galera.



13- Gosta de café? ADORO!.



14-Pretende fazer algo em 2013 para o blog? Sim, postar mais vezes.


Indico a tag para esses 5 blogs:

Perguntas: 1-Como escolheu o nome do seu blog? Não foi muito difícil escolher o nome não, eu queria algo relacionado a cartas, mas não queria que parecesse um Clube. Queria que fosse um local para as pessoas pudessem participar dos quadros e não simplesmente enviar seu endereço para fazer parte de clubes. O nome Mundo das Cartas foi o primeiro que surgiu em minha cabeça e achei que combinou perfeitamente com o que quero mostrar. 2-Há quanto tempo tem seu blog? O blog tem 6 meses! Nunca imaginei ter um blog por tanto tempo. 3-Como você divulga o seu blog? Então, eu divulgo nas redes sociais do blog! Não acho legal ficar comentando em blog divulgando o Mundo das Cartas, tipo “passa lá no meu blog!”, não gosto de receber esses comentários, então não envio também. Também faço sorteios (quando posso). 4-Quais os assuntos que mais tem visualizações no seu blog? Com certeza o post mais visualizado até hoje foi o do Sorteio de Natal, e depois dele são os posts que os leitores participam, seja contando suas histórias, sua letrinha e até como conheceram pessoalmente seus amigos de cartas. 5-O que motivou você a criar seu blog? O que me motivou foi ver que não existe nenhum blog sobre cartas – brasileiro – desse tipo, apesar de existir alguns, nenhum é atualizado a muito tempo, e isso me chateava, pois sempre quis um espaço assim. 6-Onde você mora? Florianópolis/SC 7-Quais os seus objetivos com o blog? Objetivos? Eu gostaria muito que o blog crescesse ao ponto que todos os apaixonados por cartas um dia falem ” Você também gosta de escrever cartas? Então entra lá no Mundo das Cartas, é demais!!” hahaha, a sonhadora! 8-Quais blogs você visita frequentemente? Como não tem muitos blogs sobre cartas, visito sites de temas variados, como o Pinterest, Postcrossing, Penpalling and Letters, Blog do Balaio, 365 idéias para viver melhor, Shameonyou, entre outros. 9-O que te inspira para criar os posts? Ah, varia muito. Normalmente me inspiro em coisas que vejo pela internet, mas a idéia pode surgir qualquer hora, aí eu anoto pra não esquecer. Se estou na frente do computador já abro um novo post e salvo como rascunho, e depois deixo pra escrever toda a idéia detalhada. 10-Qual a sua idade? Tenho 26 anos. 11-Além do blog tem alguma outra ocupação? Se sim, quais? Sim, com certeza! Procuro não falar muito da minha vida pessoal aqui, até porque, ninguém quer saber né? Então, sem detalhes, trabalho e estudo! Ah, e TENTO praticar exercícios físicos, esse é difícil! 12-O que mais gosta de fazer nos finais de semana? Além de escrever cartas, gosto de ler, ir a praia, ao shopping, cinema, assistir seriados e dormir muito! 13-Gosta de café? Não sou fã de nenhuma bebida quente, raramente tomo café e quando tomo são aqueles carérrimos que tem nos shoppings ( com chantilly, canela, chocolate em pó por cima, essas gordices deliciosas!) 14-Pretende fazer algo em 2013 para o blog? Pretender eu pretendo, só não sei se vou conseguir =/. Quero dar uma modernizada no layout do blog, fazer mais sorteios e concursos, conseguir mais seguidores e apaixonados por cartas. Indico a tag para esses blogs:
Perguntas: 1-Como escolheu o nome do seu blog? Não foi muito difícil escolher o nome não, eu queria algo relacionado a cartas, mas não queria que parecesse um Clube. Queria que fosse um local para as pessoas pudessem participar dos quadros e não simplesmente enviar seu endereço para fazer parte de clubes. O nome Mundo das Cartas foi o primeiro que surgiu em minha cabeça e achei que combinou perfeitamente com o que quero mostrar. 2-Há quanto tempo tem seu blog? O blog tem 6 meses! Nunca imaginei ter um blog por tanto tempo. 3-Como você divulga o seu blog? Então, eu divulgo nas redes sociais do blog! Não acho legal ficar comentando em blog divulgando o Mundo das Cartas, tipo “passa lá no meu blog!”, não gosto de receber esses comentários, então não envio também. Também faço sorteios (quando posso). 4-Quais os assuntos que mais tem visualizações no seu blog? Com certeza o post mais visualizado até hoje foi o do Sorteio de Natal, e depois dele são os posts que os leitores participam, seja contando suas histórias, sua letrinha e até como conheceram pessoalmente seus amigos de cartas. 5-O que motivou você a criar seu blog? O que me motivou foi ver que não existe nenhum blog sobre cartas – brasileiro – desse tipo, apesar de existir alguns, nenhum é atualizado a muito tempo, e isso me chateava, pois sempre quis um espaço assim. 6-Onde você mora? Florianópolis/SC 7-Quais os seus objetivos com o blog? Objetivos? Eu gostaria muito que o blog crescesse ao ponto que todos os apaixonados por cartas um dia falem ” Você também gosta de escrever cartas? Então entra lá no Mundo das Cartas, é demais!!” hahaha, a sonhadora! 8-Quais blogs você visita frequentemente? Como não tem muitos blogs sobre cartas, visito sites de temas variados, como o Pinterest, Postcrossing, Penpalling and Letters, Blog do Balaio, 365 idéias para viver melhor, Shameonyou, entre outros. 9-O que te inspira para criar os posts? Ah, varia muito. Normalmente me inspiro em coisas que vejo pela internet, mas a idéia pode surgir qualquer hora, aí eu anoto pra não esquecer. Se estou na frente do computador já abro um novo post e salvo como rascunho, e depois deixo pra escrever toda a idéia detalhada. 10-Qual a sua idade? Tenho 26 anos. 11-Além do blog tem alguma outra ocupação? Se sim, quais? Sim, com certeza! Procuro não falar muito da minha vida pessoal aqui, até porque, ninguém quer saber né? Então, sem detalhes, trabalho e estudo! Ah, e TENTO praticar exercícios físicos, esse é difícil! 12-O que mais gosta de fazer nos finais de semana? Além de escrever cartas, gosto de ler, ir a praia, ao shopping, cinema, assistir seriados e dormir muito! 13-Gosta de café? Não sou fã de nenhuma bebida quente, raramente tomo café e quando tomo são aqueles carérrimos que tem nos shoppings ( com chantilly, canela, chocolate em pó por cima, essas gordices deliciosas!) 14-Pretende fazer algo em 2013 para o blog? Pretender eu pretendo, só não sei se vou conseguir =/. Quero dar uma modernizada no layout do blog, fazer mais sorteios e concursos, conseguir mais seguidores e apaixonados por cartas. Indico a tag para esses blogs:

segunda-feira, 11 de março de 2013

E o sonho realizou-se!…

Depois de alguns anos no papel e alguns meses trabalhando no projeto ele saiu. E veio com a cara que eu sempre imaginei. Claro que precisa de alguns reajustes, um conserto aqui, outro ali, mas saiu do forno. Agradeço a Deus, aos meus colaboradores e especialmente aos meus correspondentes que me incentivaram e me ajudaram a colocar a ideia em prática.
O Viajando com as cartas é um jornal informativo que está voltado para o mundo das cartas. Consegui unir em um só projeto as coisas que mais gosto, que é o jornalismo e as cartas. Escrever para mim sempre foi importante, e é muito mais do obrigação ou diversão, é  um prazer! Um passa tempo que não abro mão.

Não busco neste jornal o lado lucrativo, mas sim apresentar o meu trabalho. Quero que as pessoas conheçam esse meu outro lado. Essa paixão desenfreada pelas cartas que já dura 17 anos.

Conheçam um pouquinho dele e mais informações entre em contato.








Saudações

Retornando as atividades.

Faz um bom tempo que não passo aqui. Minha vida tem andado muito corrida ultimamente. Muitas mudanças. Em breve novidades sobre o meu primogênito: Viajando com as cartas.

O Jornal que finalmente saiu do projeto e é um sonho antigo meu.

Consegui unir a profissão com a minha paixão, que são as cartas.

Agurdem a materia ..


Beijos amorecos!